Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Terça-feira, 19 de junho de 2018

Entenda o que é e os benefícios da ocitocina nas relações sexuais

Compartilhar:  

A ocitocina é uma substância incrível produzida pelo organismo. Também chamada de “hormônio do amor”, é capaz de criar sensações prazerosas tanto em relações sociais quanto físicas. Sendo assim, um dos grandes benefícios da ocitocina está ligado às relações sexuais.

Neste post, explicaremos tudo sobre esse hormônio fantástico: o que é, como funciona no corpo, onde é encontrado, como pode ser ingerido e quais benefícios traz para as relações mais íntimas. Portanto, não deixe de acompanhar! O que é ocitocina?

Trata-se de um hormônio presente tanto no homem quanto na mulher. É produzido no hipotálamo e armazenado pela hipófise superior. Apesar de produzido pelo cérebro, também é encontrado em farmácias, podendo ser adquirido em forma de líquido, cápsulas e spray nasal.

Seus receptores estão presentes em diversas partes do corpo, tais como: cérebro, medula espinhal, amígdalas, núcleo de accumbens, núcleo ventromedial, septo, tronco cerebral e regiões do sistema límbico.

Por esse motivo, a ocitocina — ou oxitocina — está ligada ao comportamento alimentar, atividade visceral, ansiedade, reações de fuga e defesa, além de manifestações emocionais e sexuais. Sendo assim, desempenha papel importantíssimo no parto, amamentação, vínculo entre mãe e filho, ansiedade, relações sociais e afetivas e também no prazer sexual — incluindo o orgasmo. Como funciona esse hormônio?

Os níveis de ocitocina no organismo chegam a dobrar quando estamos apaixonados e também quando ficamos próximos ao parceiro. Além dessa situação, o hormônio é liberado durante o orgasmo, tanto feminino quanto masculino. Nas mulheres, estimula as contrações uterinas, já no homem, as contrações dos ductos seminíferos e ejaculação.

Aliás, a quantidade desse hormônio no corpo tem forte influência sobre a capacidade orgásmica das pessoas. Ou seja, quanto mais elevados os níveis de ocitocina, mais intenso será o orgasmo e, quanto menores, mais difícil será atingi-lo. Quais os benefícios da ocitocina nas relações sexuais?

A oxitocina, em ambos os sexos, aumenta a libido, a facilidade em chegar ao orgasmo, a sensibilidade nas zonas erógenas e melhora o desempenho sexual. Além disso, esse hormônio é um dos principais responsáveis pela atração e maior ligação entre o casal. Ainda contribui para a manutenção de um relacionamento monogâmico.

Especificamente para as mulheres, os benefícios são:

  • aumenta a lubrificação;
  • melhora o tônus vaginal;
  • intensifica a experiência do orgasmo;
  • contribui para atingir múltiplos orgasmos em uma única relação;
  • faz com que se atinja o orgasmo de forma mais rápida.
  • Para os homens, os efeitos são:

  • eleva a sensibilidade do pênis e testículos durante a relação sexual;
  • aumenta a quantidade e qualidade de ereções;
  • melhora a ejaculação;
  • reforça a liberação de espermatozoides;
  • aumenta o volume do esperma.
  • Enfim, a melhora extraordinária das relações sexuais entre o casal é um dos maiores benefícios da ocitocina. Sendo considerado o hormônio do amor e do prazer, é capaz de aumentar a libido, melhorar a performance sexual e intensificar tanto os orgasmos femininos quanto masculinos.