Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Terça-feira, 10 de julho de 2018

Jaboticabal - Pela primeira vez em 36 anos, Festa do Quitute de Jaboticabal terá coleta seletiva de resíduos

Compartilhar:  
Pela primeira vez em 36 anos, Festa do Quitute de Jaboticabal terá coleta seletiva de resíduos   Durante seis dias, a Festa deverá gerar 9 toneladas de resíduos sólidos, ampliando em 20% geração mensal de lixo na cidade   A sustentabilidade ambiental agora faz parte do cardápio da 36ª Festa do Quitute, que comemora os 190 anos do município de Jaboticabal, com lazer, música, solidariedade e um festival de comidas típicas. Realizada há 36 anos, sem interrupções, a Festa contará, pela primeira vez, com o serviço de coleta seletiva de lixo, que será realizado pela empresa Reúsa. Para assegurar a disposição correta dos resíduos gerados, a cada 15 metros os visitantes contarão com dois recipientes distintos e sinalizados: um para receber o lixo orgânico e outro para recicláveis. Ou seja, não haverá desculpas para o descarte inadequado do lixo. A festa, que acontece de 11 a 16 de julho, na Estação de Eventos Cora Coralina, recebe a cada dia cerca de 5 mil visitantes da cidade e região. Não há dados oficiais sobre a geração de lixo durante o evento, mas a estimativa do engenheiro Paulo Henrique Berlingieri, especialista em resíduos sólidos e diretor da Reúsa, é que cada visitante gere 300 gramas de resíduos durante sua permanência na festa, o que dá origem a 1,5 tonelada de resíduo sólido adicional por dia. “Multiplicado por seis dias de festa, teremos mais 9 toneladas de resíduos sólidos gerados no município, concentrados em menos de uma semana, o que significa um acréscimo de 20% no total de resíduos sólidos gerados por Jaboticabal no mês de julho”, afirma. O engenheiro avalia que, do total de resíduos sólidos gerados, aproximadamente 60% sejam formados por recicláveis, ou seja, copos, pratos e talheres descartáveis.   Geração de renda O resíduo sólido reciclável será recolhido na Festa pela Reúsa e encaminhado para a Unidade de Triagem, localizada na  Central de Gestão Integrada de Resíduos do Município, que está sob a supervisão da Reúsa. Os resíduos serão segregados e a renda apurada com a comercialização dos recicláveis será revertida para a Associação de Catadores de Jaboticabal, o que assegura renda para as cerca de 25 famílias associadas. “Com a iniciativa da coleta seletiva na Festa da Cidade, queremos destacar a importância de ações ambientalmente corretas, como a separação dos recicláveis, sensibilizando as pessoas para que adotem essa prática”, afirma Paulo. Jaboticabal já conta com a coleta seletiva domiciliar de resíduos recicláveis em todos os bairros da cidade. O serviço é mantido mesmo durante os feriados e reforçado pelo intenso trabalho de educação ambiental realizado pela Reúsa junto a escolas da rede oficial de ensino. O aterro sanitário de Jaboticabal, também operado pela Reúsa, colocou a cidade entre as três únicas do Estado de São Paulo a receber nota máxima do Índice de Qualidade dos Resíduos Sólidos, um ranking mantido pela Cetesb com informações sobre as condições ambientais e sanitárias dos locais de destinação final de resíduos domiciliares nos 645 municípios paulistas. A realização da Coleta Seletiva de Resíduos é uma estratégia importante para a sustentabilidade; sem o lançamento do material reciclável na área, a vida útil do aterro sanitário é triplicada, segundo o especialista.