Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Quarta-feira, 13 de junho de 2018

13 de junho - Dia de Santo Antônio

Compartilhar:  

O Dia de Santo Antônio é comemorado anualmente em 13 de junho.

Santo Antônio de Lisboa, ou Santo Antônio de Pádua nasceu em Lisboa no dia 15 de agosto, provavelmente entre os anos de 1191 e 1195.

Este é considerado um dos santos mais populares entre os brasileiros e portugueses. No Brasil, Santo Antônio é conhecido por ser o "Santo Casamenteiro", sendo que o Dia dos Namorados é comemorado no dia 12 de junho no Brasil por ser a véspera do Dia de Santo Antônio.

De acordo com a crendice popular brasileira, neste dia as pessoas que desejam casar ou conseguir um namorado preparam simpatias para Santo Antônio, acompanhadas de orações. Santo Antônio

Saiba mais sobre o Dia dos Namorados.

O Dia de Santo Antônio faz parte das celebrações da Festa Junina, assim como o Dia de São João e Dia de São Pedro. Origem do Dia de Santo Antônio

O Dia de Santo Antônio é comemorado a 13 de junho por ser a data de sua morte. Santo Antônio morreu em Pádua, na Itália, no dia 13 de junho do ano de 1231.

Santo Antônio foi inicialmente um frade agostiniano e foi um grande estudioso e pregador. Mais tarde entrou para a Ordem de São Francisco de Assis (Franciscana), em 1220.

Foi muito conhecido pela sua vida despojada de riquezas, apesar de ter nascido em uma família influente. O seu trabalho com os pobres foi essencial para que fosse rapidamente reconhecido como santo após sua morte.

Também desenvolveu um grande amor pela figura do Menino Jesus e teria recebido visões Dele enquanto estava em oração. Por isso, o santo é representado carregando- o nos braços, junto a um ramo de lírios, símbolo da castidade.

A canonização de Santo Antônio aconteceu poucos anos após sua morte, e muitos consideram que terá sido uma das canonizações mais rápidas da história. Milagres

Santo Antônio fez vários milagres em vida e um dos mais famosos é o da pregação aos peixes. Quando o santo estava na Itália, se dirigiu a cidade de Rimini para evangelizar os hereges. Como não foi ouvido passou a falar da palavra de Deus para os peixes que prontamente apareceram com as cabeças fora dágua.

Também quando fez um sermão sobre a presença de Cristo na eucaristia, um homem, dono de um burro de carga, se pôs a burlar do santo. Este o desafiou pedindo que trouxesse o animal e que ele saberia reconhecer quem estaria contido na hóstia.

Imediatamente, trouxeram o burro e puseram um pouco de capim para que fosse atraído pelo alimento. Quando Santo Antônio mostrou-lhe a hóstia, o animal imediatamente se ajoelhou, fazendo uma reverência ao sacramento. Oração a Santo Antônio

Existem muitas orações a Santo Antônio, a maior parte delas ligadas ao fato de Santo Antônio ser conhecido como o "Santo Casamenteiro".

"Meu grande amigo Santo Antônio, tu que és o protetor dos namorados, olha para mim, para a minha vida, para os meus anseios. Defende-me dos perigos, afasta de mim os fracassos, as desilusões, os desencantos. Faz que eu seja realista, confiante, digna(a) e alegre. Que eu encontre um(a) namorado(a) que me agrade, seja trabalhador, virtuoso e responsável. Que eu saiba caminhar para o futuro e para a vida a dois com as disposições de quem recebeu de Deus uma vocação sagrada e um dever social. Que meu namoro seja felize meu amor sem medidas. Que todos os namorados busquem a mútua compreensão, a comunhão de vida e o crescimento na fé. Assim seja".

 

A LÍNGUA INTACTA DE SANTO ANTÔNIO - CORPO INCORRUPTO - RELÍQUIAS O reconhecimento dos restos é feito na presença de autoridades vaticanas, logo depois que o santo é canonizado.   No caso de Santo Antônio, o primeiro reconhecimento foi no dia 8 de abril de 1263. “O corpo tinha virado pó, só restavam os ossos. Mas a língua estava intacta e há testemunhas oculares disso”, disse o padre Alessandro Ratti, porta-voz da Basílica de Santo Antônio de Pádua. RELICÁRIO COM A LÍNGUA DE SANTO ANTÔNIO A língua de Santo Antônio não se decompôs, apenas mudou de cor, ficando um pouco marrom, segundo o religioso, mesmo depois de oito séculos. É uma das relíquias mais conhecidas e veneradas da Igreja Católica. Durante a operação de reconhecimento, a língua foi retirada e colocada em uma urna, e desde então está em uma área especial da Basílica de Pádua, ao lado de outra relíquia, uma parte do queixo do santo. As duas podem ser vistas pelos fiéis. “A língua, como todas as partes moles do corpo, é uma das primeiras que se decompõem. O fato de ela ter permanecido intacta foi interpretado como um sinal de Deus, que quis preservar essa língua, visto que Santo Antônio era conhecido por ser um grande pregador”, disse Ratti.       Um segundo reconhecimento dos restos foi realizado em 1981, por ordem do papa João Paulo 2°.                       RELÍQUIAS DE SANTO ANTÔNIO EM PÁDUA