Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Segunda-feira, 08 de janeiro de 2018

Trama Fantasma: o que já sabemos sobre o filme fashion do ano

Compartilhar:  

© Divulgação

“Trama Fantasma” já é um dos maiores destaques de 2018 por ser declaradamente o último filme de Daniel Day-Lewis – o ator já declarou que vai se aposentar e até tem gente que diz que ele deve seguir a carreira de… estilista! É que pra preparação do personagem do longa, que é um costureiro inglês da década de 50, Daniel mais uma vez mergulhou fundo. E ele chegou a fazer um vestido Balenciaga do começo ao fim, por exemplo… É sério, o próprio ator confirmou a info em entrevista pra “W Magazine“: “O vestido Balenciaga era muito simples. Ou pelo menos parecia muito simples até eu ter que descobrir uma maneira de fazê-lo e percebi, meu Deus, como é inacreditavelmente complicado. Não há algo mais belo em todas as artes do que algo que parece simples. E se você tenta fazer qualquer maldita coisa dessas na sua vida, sabe quão impossível é alcançar essa simplicidade casual”.

Então vamos ao roteiro, que estreia nos cinemas brasileiros em fevereiro de 2018. Rolavam boatos de que o personagem de Daniel seria uma versão de Charles James – mentira. A história gira em torno do fictício Reynolds Woodcock, que veste a realeza e a elite britânica com a ajuda da irmã, Cyril (Lesley Manville). E tudo se agita com a chegada de Alma (Vicky Krieps), que vira sua musa e amante. Mas enquanto isso, espere por cenas de prova de roupa e vestidos lindos.

O figurino de “Blade Runner 2049” é bom? A resposta é…

O figurinista de “Trama Fantasma” é Mark Bridges, que ganhou o Oscar em 2012 por “O Artista“. São dele também os looks de “Boogie Nights” (1997, do mesmo diretor Paul Thomas Anderson) e “Vício Inerente” (2014, idem), além de “50 Tons de Cinza” (2015) e “Sangue Negro” (2007, de Paul Thomas Anderson e com o mesmo Daniel Day-Lewis no papel principal). Nas pesquisas dele, Mark conta que usou peças do museu Victoria & Albert, olhou pra fotógrafos do período e pra “Vogue” UK da época, filmes tanto de Hollywood como ingleses. Mas ele garante que não focou em um estilista só, citando nomes mais desconhecidos da cena do Reino Unido como John Cavanagh, Michael Sherard, Digby Morton e Victor Stiebel.

E pros fashionistas, sim: vai ter baile no palácio, sessão de fotos e desfile! Oba! Mal podemos esperar! Clica na foto pra ver uma prévia do que podemos esperar.

MSN