Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Quinta-feira, 08 de fevereiro de 2018

Tatá Werneck assume dificuldade para interpretar Lucrécia: Requer cuidado

Compartilhar:  

© Divulgação, TV Globo

Tatá Werneck, na pele de Lucrécia, a personagem viciada em sexo da novela "Deus Salve o Rei", contou em entrevista ao youtuber Caio Fischer, no canal "Bora!", que assim como o ator português José Fidalgo, que interpreta Constantino na trama, também está com dificuldades para compor a personagem. "É muito linda e é uma novela bem difícil de fazer. Até você acertar aquele olhar, aquele universo. Demora um pouquinho, você não chega e já pertence aquele lugar. Uma novela que requer um cuidado, mas rola uma desidratação aqui", declara a atriz que planeja se casar com Rafael Vitti em setembro.

  Tatá Werneck define Lucrécia: Fogosa e feminista

 

Para Tatá, Lucrécia, apesar de viver um relacionamento conflituoso com Rodolfo (Johnny Massaro), é mulher muito forte: "Ela não consegue manter os ímpetos. Fica com raiva, fica fofa, chora. Sempre teve tudo e tem meio essa loucura, esse mimo. Ela é uma mulher que ama o marido, mas não consegue conter o ímpeto de ter atração por outras pessoas. Ela é bem fogosa e também é feminista".

  Paula Fernandes tem receio de perder a concentração com Tatá Werneck durante gravações da novela

 

Prestes a estrear como atriz no papel de uma freira em "Deus Salve o Rei", a cantora Paula Fernandes contou que Tatá tem ajudado na composição da personagem: "Vou me aventurar. Será divertido. Pedi uma dicas para Tatá Werneck. E ela vai super me ajudar. Acho que vou me divertir tanto e ainda mais com aquela figura que é a Tatá! Acho que segurar o riso vai ser o problema!".

  Já salvei muito amigo, coloquei dedo na goela dos outros, brinca Tatá Werneck sobre o clima de carnaval

 

Diferente da jornalista Patrícia Poeta, que ama curtir o carnaval, Tatá comentou que não é uma grande foliona, mas disse quais são as suas fantasias preferidas: "No carnaval eu sempre me fantasio de Chiquinha. E tenho altas histórias, meu pneu já furou e fiz coisas que até hoje tenho cicatrizes! Brincadeira, no Carnaval eu fico mais tranquila, porque eu não bebo. Então eu já salvei muito amigo, coloquei dedo na goela dos outros".

(Por Helena Marques) MSN