Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Domingo, 11 de março de 2018

Fiorentina homenageia Astori no 1º jogo após tragédia, e brasileiro garante vitória

Compartilhar:  
Substituto do jogador falecido no último domingo, ex-palmeirense Vitor Hugo marca o gol de triunfo sobre o Benevento. Jogadores e torcedores lembram capitão, e jogo é interrompido para tributo
Um uma cerimônia que emocionou jogadores e torcedores neste domingo no estádio Artemio Franchi, em Florença, a Fiorentina prestou homenagem ao zagueiro Davide Astori antes da partida contra o Benevento, pela 28ª rodada do Campeonato Italiano. O primeiro jogo do time após a morte do jogador, no último domingo. E coube exatamente ao substituto do capitão, o brasileiro Vitor Hugo, ex-Palmeiras, a honra de marcar o gol da vitória por 1 a 0. Todos os jogadores da equipe de Florença entraram em campo para o aquecimento com o número 13 e o nome do companheiro às costas. No centro do gramado, outro tributo. Um bandeirão trazia os seguintes dizeres: \Capitão para sempre\. Diante de um estádio lotado, mas praticamente em silêncio em respeito ao ex-capitão do time da casa, os jogadores das duas equipes se abraçaram no círculo central em homenagem a Astori durante um super respeitado minuto de silêncio. Que terminou com o lançamento de centenas de balões violetas e brancos, as cores da Fiorentina. Alguns jogadores da equipe da casa foram às lágrimas antes de a bola rolar. No gramado, os atletas exibiram uma faixa com a frase "Ciao Davide", e crianças, com as camisas da Fiorentina e Cagliari, os dois times que decidiram aposentar a camisa 13, deram as mãos. Aos 13 minutos do primeiro tempo, o jogo foi interrompido, com a exibição de um mosaico na arquibancada com a frase "Davide 13". Jogadores, árbitros e torcedores aplaudiram longamente, em nova homenagem a Astori. Ex-Palmeiras, o zagueiro Vitor Hugo, que entrou no time titular com a ausência de Astori, marcou o único gol da partida, aos 25 minutos de jogo, ao subir bem mais alto que os marcadores e cabecear para baixo, sem defesa para o goleiro Puggioni. Na comemoração, o brasileiro foi à beira do campo e mostrou uma camisa com a foto do amigo. E fez continência, em reverência ao capitão morto. Astori foi encontrado morto em seu quarto de hotel no último domingo, quando a Fiorentina se preparava para enfrentar a Udinese, em Udine. O zagueiro de 31 anos teria sofrido um ataque cardíaco. Com 14 convocações e um gol pela seleção italiana, o atleta faleceu enquanto dormia. A rodada do Calcio do domingo passado, que teria inclusive o superclássico Milan e Internazionale, foi adiada por conta da tragédia. Por GloboEsporte.com, Florença, Itália