Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome



Segunda-feira, 12 de março de 2018

Fluminense passa fácil pelo Nova Iguaçu no Maracanã

Compartilhar:  

(Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)

O Fluminense recebeu o Nova Iguaçu na noite deste domingo no Maracanã e venceu por 2 a 1, com tranquilidade, a equipe com a pior campanha da Taça Rio, segundo turno do Carioca.

O Tricolor abriu o placar logo aos 11 com Pedro, e ampliou aos 18 com Reginaldo. O Nova Iguaçu descontou com Iuri Pimentel, aos 21 da segunda etapa.

Com a vitória, o Fluminense está garantido nas semifinais do Campeonato Estadual, e tem bem encaminhada a classificação para a disputa do título do segundo turno. A situação do Nova Iguaçu, entretanto é bem complicada. Na zona do rebaixamento, a equipe da Baixada Fluminense depende dos resultados da última rodada para escapar da degola.

Na sexta e última rodada da Taça Rio, no próximo domingo, o Fluminense fecha a Taça Rio em Macaé, enfrentando a Cabofriense no Moacyrzão. Já o Nova Iguaçu recebe o Macaé, no Laranjão.

O jogo – Fluminense e Nova Iguaçu fizeram um jogo morno no Maracanã. O domínio foi total do Tricolor, que manteve a posse de bola e ditou o ritmo da partida. No início, foram dez minutos de trocas de passe em seu campo e pouca agressividade, mas na primeira vez em que avançou de forma mais incisiva, o gol saiu.

Aos 11, Robinho tabela com Gilberto pela direita e avança em velocidade em direção à área. Ao penetrar, viu Pedro no meio e tocou. O atacante matou a bola e mandou para o fundo da rede.

O Nova Iguaçu não reagiu e o Flu continuou dono do jogo. Aos 17, Sorzona cobrou falta do bico da área pela esquerda, e mandou no canto, mas o goleiro Jefferson se esticou e mandou para escanteio.

O mesmo Sornoza cobrou do lado direito do campo e levantou na área. O zagueiro Reginaldo entrou pelo meio da defesa e testou no canto esquerdo, ampliando a vantagem do Flu.

Com 2 a 0 no placar, o Fluminense parecia ter liquidado a fatura e jogava em ritmo de treino, diante de um adversário que não mostrava capacidade de reação.

Após o intervalo, o Flu retornou para a etapa final sem alterações. Já no Nova Iguaçu, o técnico Edson Souza trocou Vinícius Paquetá por Robinho, no comando do ataque.

Depois de tirar o pé do acelerador na segunda metade do primeiro tempo, o Flu voltou mais ligado para o segundo, provavelmente depois de uma conversa com o técnico Abel nos vestiários.

O Nova Iguaçu, por sua vez, procurou reter mais a bola e acertou a marcação, mas não conseguia furar a marcação do Flu e chegar perto do gol. O jogo ganhou em movimentação, mas nenhuma das duas equipes ameaçava o gol adversário.

Após a parada técnica, o Nova Iguaçu mexeu de novo e Iuri Pimentel entrou no lugar de Vinícius Matheus. Coma bola rolando, Jadson tocou a mão na bola próximo da área pela direita da defesa e o árbitro assinalou a infração. Caio Cézar cobrou no meio do gol, mas o quique da bola enganou Júlio César, que não conseguiu segurar e rebateu com a canela. A bola voltou para Iuri Pimentel acertar cabeçada e diminuir para a equipe da Baixada Fluminense.

O gol acordou o Flu, que passou a buscar o gol com mais decisão, mas também animou o Nova Iguaçu, que, sem nada a perder, começou a acreditar no empate. O panorama, porém não durou muito, e o final do jogo foi desanimado, com o Tricolor segurando a bola e o nova Iguaçu conformado com a derrota.

FICHA TÉCNICAFLUMINENSE 2 X 1 NOVA IGUAÇU

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)Data: 11 de março de 2018, domingoHora: 19h30 (de Brasília)Renda: R$ 110.125,00Público: 3.849 (3.317 pagantes)Árbitro: Lenilton Rodrigues Gomes JúniorAssistentes: Daniel do Espírito Santo e Ivan Silva AraújoCartões Amarelos: Reginaldo (Flu); Daniel (Nova Iguaçu)Gols:FLUMINENSE: Pedro, aos 11, Reginaldo, aos 18 min do 1º tempoNOVA IGUAÇU: Iuri Pimentel, aos 21 min do 2º tempo

FLUMINENSE: Julio Cesar; Gilberto (Mateus Norton), Gum, Ibañez e Reginaldo; Douglas, Jadson, Junior Sornoza e Ayrton Lucas; Robinho (Matheus Alessandro) e Pedro (Pablo Dyego)Técnico: Abel Braga

NOVA IGUAÇU: Jefferson, Daniel, Raphael Azevedo, Murilo Henrique e Lucas; Vinícius Matheus (Iuri Pimentel), Paulo Henrique (Raphael Neuhaus), Caio Cezar, Wescley e Dieguinho; Vinícius Paquetá (Robinho).Técnico: Edson Souza

Fonte: Gazeta ESportiva