Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Terça-feira, 13 de março de 2018

Carille apoia catimba de Romero: Está irritando só os adversários, porque eu não estou irritado

Compartilhar:  

© Ag Corinthians

Na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo-SP, no último domingo, pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista, o atacante Ángel Romero foi mais uma vez um dos grandes personagens do Corinthians.

Primeiro porque todo o time alvinegro usou uma camisa com uma mensagem contra a xenofobia em apoio ao paraguaio, depois que ele viu seu país sendo insultado por um programa de rádio paulista.

Tudo por causa da polêmica criada após ele chamar o Santos de “time pequeno” devido ao empate por 1 a 1 na outra semana, no Pacaembu, o que motivou diversas provocações dos radialistas e um desabafo inconformado de Romero no dia seguinte, no CT do Corinthians, reclamando da maneira que os brasileiros tratam os estrangeiros, em especial os sul-americanos.

Além disso, o camisa 11 foi protagonista em campo, irritando o adversário com muitos lances duros e fazendo sua famosa “catimba”, especialmente em um lance no qual ficou se contorcendo de dor após uma falta na lateral do campo.

Mas Romero também acertou uma ótima jogada pela direita e cruzou com perfeição para o zagueiro Henrique abrir o placar de cabeça, no segundo tempo, ajudando o "Timão" a finalmente romper a defesa botafoguense.

Romero deixou o estádio Santa Cruz sem falar com a imprensa, mas foi defendido pelo técnico Fábio Carille e por Henrique em suas entrevistas pós-jogo.

Questionado sobre como encarava a irritação que os adversários vêm tendo com a “catimba” do estrangeiro nas partidas, o treinador apoiou o estilo de jogo polêmico de seu comandado.

“Eu gosto de analisar o jogo sempre depois. Mas que bom que ele está irritando os adversários, porque eu não estou ficando irritado com ele”, assegurou Carille.

“Ele gosta de jogo ‘enroscado’, pegado... É um atleta que cresce nos grandes jogos. Como eu disse: que bom que ele está irritando só os adversários. Por enquanto, não estou nada irritado com ele”, acrescentou.

Já Henrique foi mais um a apoiar o paraguaio, ressaltando a “boa índole” do atacante.

“(Romero) É uma pessoa boa, uma pessoa do bem, e a gente está junto com ele. Muita coisa vem sendo falada sobre a pessoa dele, mas a gente sabe do caráter e da boa índole dele”, ressaltou.

“É uma pessoa boa e tranquila, e vai dar a volta por cima disso aí”, finalizou.

Fonte: MSN