Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Sábado, 12 de maio de 2018

Estacionamento de imprensa guardado pela F1 é invadido, e jornalistas são roubados no Circuito da Catalunha

Compartilhar:  

Uma polêmica fora das pistas pegou a F1 de surpresa na manhã desta sexta-feira (11) no Circuito da Catalunha. Enquanto a pista recebia o primeiro e o segundo treino livres para o GP da Espanha, o estacionamento do autódromo foi invadido e vários carros que lá estavam acabaram com vidros quebrados e objetos roubados. 

O estacionamento era para veículos de imprensa e estava destacado como de segurança garantida pela F1 a quem quisesse usufruir. Mesmo assim, após o segundo treino livre, quando voltaram aos carros, vários membros da imprensa descobriram prejuízos.

O repórter Fritz-Dieter Rencken, do site inglês RaceFans.net, foi o primeiro a postar no Twitter a foto de várias janelas quebradas. "Absolutamente inaceitável: vários carros arrombados e janelas quebradas num estacionamento da mídia em tese protegido pela F1."

Em resposta ao post de Rencken, o piloto Karun Chandhok, atualmente comentarista da rede de TV inglesa Channel 4, também reclamou. "Nosso pessoal teve a van quebrada e as mochilas roubadas com alguns equipamentos que valem uma boa grana. Ridículo [especialmente] quando você tem segurança a alguns metros de distância."

Outro repórter veterano, Brad Spurgeon, que atualmente não está cobrindo a categoria, afirmou que teve "dois carros alugados destruídos no mesmo estacionamento anos atrás", comentou.

É o primeiro evento de falta de segurança envolvendo a F1 desde os múltiplos incidentes durante o fim de semana do último GP do Brasil. Naquela ocasião, assaltos à mão armada colocaram uma interrogação ainda maior no futuro da prova de São Paulo.