Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Sexta-feira, 01 de junho de 2018

Lenta dentro e fora da pista: Williams lidera lista de equipes que mais demoram a pagar dívidas na F1

Compartilhar:  
A Williams larga atrás até mesmo quando o assunto é o pagamento das dívidas. Um estudo da Dun & Bradstreet, empresa de informações sobre negócios, revelou que o time de Grove paga suas faturas, em média, com 20 dias de atraso. 

 

Mesmo sem estar diretamente ligado com a quantidade de dinheiro arrecadado pela equipe — a Mercedes paga suas contas apenas um dia antes da Williams —, o atraso assombra as perspectivas nada favoráveis em relação ao ano de 2019 para a equipe. 

A Martini, marca de bebidas que é a principal patrocinadora da esquadra, encerra seu contrato ao fim desse ano e não estará presente nos carros ingleses na temporada que vem. Embora Claire Williams tenha afirmado, em outra oportunidade, que buscar patrocínio não é a dificuldade da equipe, a falta de um substituto no caixa começa a preocupar.

Claire sabe que tudo isso coloca o time em uma difícil posição diante do grid, principalmente para no ano que vem. “Não fizemos um bom trabalho e precisamos cavar fundo se quisermos avançar neste ano. Vai ser um ano muito difícil, ótimo para os fãs, mas não tão bom para nós na Williams", afirmou.

Outras equipes também não demonstraram pontualidade na hora de quitar suas faturas. O estudo indicou que Mercedes e Renault pagam as contas com 19 dias de atraso. A McLaren leva oito dias enquanto Toro Rosso e Red Bull atrasam um dia só. As únicas contabilizadas com quitação na data foram Force India e Sauber. A pesquisa não obteve dados da Ferrari nem da Haas.