Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Sexta-feira, 01 de junho de 2018

Hamilton: Ricciardo não tem muitas opções para 2019

Compartilhar:  

Tetracampeão da F1, Lewis Hamilton acredita que Daniel Ricciardo não tem uma opção mais séria além da Red Bull para a temporada que vem.

Ricciardo, que venceu o GP de Mônaco, no último fim de semana, tem recebido apoio da Red Bull em toda sua carreira na F1, mas seu atual contrato expira ao fim do ano.

Nem Hamilton ou Valtteri Bottas possuem contrato na Mercedes para o ano que vem, sendo que a Ferrari precisa decidir quem será o parceiro de Sebastian Vettel.

Hamilton decidiu deixar sua antiga apoiadora de longa data, a McLaren, no fim de 2012 para se juntar à Mercedes, mas afirmou que a situação de Ricciardo não é exatamente a mesma, já que não há uma alternativa clara.

“É diferente para todos, então não consigo imaginar como ele se posicionou mentalmente”, disse Hamilton, quando questionado pelo Motorsport.com sobre Ricciardo e seu futuro.

“Eles ainda são uma equipe forte, ainda têm bom potencial de avançar. Eu imaginaria que seu futuro é ali, mas ele é um dos piloto de ponta, então tenho certeza de que há opções para ele.”

  Leia também:

 

Análise: As mudanças que ajudaram a Mercedes em Mônaco

Haas promete melhora aerodinâmica “significativa” no Canadá

Brawn crê em "ingenuidade" esperar ultrapassagens em Mônaco

“Obviamente, no topo, apenas Ferrari, Red Bull e Mercedes que ele poderia considerar. Mas, no momento, aqui [Mercedes] é improvável. Não acho que vá acontecer.”

“E, se você olhar para a Ferrari, imagino que Kimi vai querer continuar – e por que não? Ele está guiando bem neste ano e não parece estar envelhecendo. Tenho certeza de que ele vai continuar por um pouco mais de tempo.”

O parceiro de Ricciardo, Max Verstappen, assinou um novo acordo lucrativo com a Red Bull, o que o deixa garantido na equipe pelo menos até 2020.

Contudo, Verstappen tem enfrentado um início complicado de temporada, e impediu que a Red Bull conquistasse uma dobradinha em Mônaco ao bater no último treino livre e perder a classificação.

Hamilton afirmou que Ricciardo é “basicamente o piloto líder” na Red Bull, e indicou que o australiano merecia receber uma oferta que seja equivalente ao seu valor, brincando também ao dizer que poderia negociar em nome do piloto.

“Eu lhe disse que ele está fazendo um trabalho sólido. No fim, ele tem um parceiro que, pelo que ouvi, está ganhando muito mais dinheiro que ele, e ainda assim ele é mais consistente, mantendo o carro inteiro muito mais.”

“É importante em uma equipe que você se sinta valorizado de acordo com sua contribuição. Ele deveria ter seu contrato na mesa e ter suas opções.”

A Red Bull poderá ser parceira da Honda na próxima temporada, na tentativa de retornar ao caminho dos títulos, mas a fabricante japonesa é uma aposta após três anos de pouco sucesso na McLaren.

O motor da Renault tem apresentado restrições à Red Bull nas temporadas recentes, mas Hamilton afirmou que a equipe “não é um lugar ruim para estar”. 

“Se em algum momento eles conseguirem um motor, eles ficarão ainda mais próximos no bolo com a gente”, disse Hamilton.

“Ainda há um longo caminho pela frente [nesta temporada] – eles podem vencer muito mais corridas. Ele só precisa se manter concentrado e continuar fazendo o que está fazendo.”