Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Nova York quer incentivar turista a buscar roteiros alternativos

Compartilhar:  

© Divulgação

Nova York é uma das cidades mais conhecidas e visitadas do mundo: ela recebeu 60.5 milhões de visitantes só em 2016 e deve atingir nova alta até o fim do ano, segundo o New York Times. Mas isso não impede a cidade de pensar em novas maneiras de atrair ainda mais turistas ao local – e a ideia mais recente é a campanha lançada em novembro, a True York City, que teve a curadoria da NYC & Company, organização de promoção turística oficial da cidade.

A ideia da campanha é atrair turistas que fiquem mais tempo e busquem explorar Nova York e viver nela uma experiência autêntica,  ou seja, que visitem não só os lugares mais icônicos, que fazem a cidade famosa, mas também aqueles menos conhecidos, como pequenas lojas, restaurantes e atrações mais alternativas, conhecidas geralmente pelos moradores. 5 distritos em 5 dias

O site oficial da campanha, por exemplo, pode ajudar os turistas a incluírem programas diferentes nos planos da viagem. É o caso, por exemplo, dos roteiros de atividades diárias em cada um dos cinco distritos que compõem Nova York.

No Bronx, casa do time de baseball Yankees e lugar em que nasceu o hip-hop, um turista pode começar o dia no New York Botanical Garden, o maior jardim botânico dos Estados Unidos, de lá, visitar a casa em que o autor Edgar Allan Poe viveu nos seus últimos anos e, depois do almoço, conhecer a Arthur Avenue Retail Market, feira aberta em 1940 onde é possível encontrar frutas, queijos, massas e outros produtos com um toque italiano.

No Brooklyn, além da já clássica ponte que liga o distrito à Manhattan, visitantes podem passar uma manhã calma no Brooklyn Heights Promenade, conhecer a extensa coleção de arte do Brooklyn Museum, fazer compras em Williamsburg e vivenciar a vida noturna, em bares ou jogando boliche. Já no Queens, as sugestões para passar o dia vão de parques, como o Gantry Plaza State Park, onde, aos fins de semana, é possível encontrar um mercado de pulgas, passando por restaurantes locais e finalizando no The Creek and the Cave, que tem de apresentações musicais grátis à shows de stand-up.

Quem visitar Staten Island e seguir o roteiro apresentado pelo site pode conhecer monumentos mais famosos, como a estrutura que homenageia as vitimas do atentado de 11 de setembro, o histórico St. George Theather, aberto em 1929 e que até hoje recebe apresentações regulares e lojas locais como a Hypno-Tronic Comics, onde é possível encontrar brinquedos, jogos e edições colecionáveis de histórias em quadrinhos.

Em Manhattan, o itinerário passa por lugares icônicos, como o Central Park e o MoMA, mas não se restringe a eles: mercados de produtos chineses em Chinatown, shows na Off-Broadway e lojas no Harlem também estão entre as indicações. Outras opções

Além dos roteiros diários, o site também traz um itinerário de três dias, para quem ficar menos tempo na cidade. Neste, os turistas podem conhecer lugares famosos, como a Times Square e o Empire State Building e outros mais desconhecidos, como pequenas lojas, o Museo Del Barrio, que exibe arte latina e caribenha e o Zoológico do Bronx.

O site traz ainda um calendário de eventos que os turistas podem participar a cada semana, explicações de diversas atrações e comércios e pequenos segredos da cidade que os turistas podem desconhecer, entre outras opções.

MSN