Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Terça-feira, 29 de maio de 2018

Chile é eleito melhor destino da América Latina. Confira atrações

Compartilhar:  

Dono de uma das geografias mais extremas do continente, o Chile abriga uma sequência de paisagens que vai da fria e isolada Patagônia ao norte árido do país, onde o Atacama é o principal cartão postal.

E talvez esse seja alguns dos motivos que levaram os brasileiros a elegerem o país como o melhor destino da América Latina, segundo a pesquisa DataFolha, publicada na revista Viaja São Paulo, do jornal Folha de São Paulo., no último domingo 27 de maio.

É justamente essa variedade de cenários naturais que atrai viajantes de estilos tão diferentes, naquelas estreitas terras espremidas, entre as cordilheiras dos Andes e o oceano Pacífico.

Com uma superfície continental de mais de 756 mil km², o Chile conta com experiências únicas na América do Sul como travessia de lagos andinos, hotéis localizados em endereços isolados, tours astronômicos no deserto e até trilhas entre algumas das estátuas mais misteriosas do planeta. CONFIRA ATRAÇÕES Patagônia

O Chile abriga a menor parcela patagônica do continente, uma região com 240 mil km² de superfície, entre o golfo do Reloncaví, ao norte, e o Estreito de Magalhães, ao sul; e uma densidade demográfica que não passa de um habitante por km².

Por ali, fica a geografia mais isolada e inóspita de toda a Patagônia, onde é possível navegar pela terceira maior extensão de gelos continentais do mundo, uma área de 21 mil km² que inclui atrativos como o Parque Nacional Laguna San Rafael e o glaciar Exploradores, nos Campos de Gelo Norte. Fiordes patagônicos

O destaque desse roteiro fica por conta da paisagem que inclui canais estreitos, fiordes, imensas montanhas nevadas, glaciais, animais marinhos e um visual único em todo o território chileno.

E tudo isso a bordo de barcos que fazem roteiros de três dias, entre Porto Natales e Porto Montt, capital da Região dos Lagos.

Carretera Austral

Localizada no setor oriental da Patagônia chilena, na fronteira com a Argentina, essa estrada tem mais de 1.200 km, entre a Região dos Lagos e Aysén, na Patagônia chilena.

Considerada um dos maiores orgulhos da engenharia chilena, essa via exige cuidados do visitante como o aluguel de um carro 4×4 e velocidade reduzida, sobretudo nos trechos estreitos de cascalhos soltos.

Caleta Tortel (foto: Rodrigo Gonzalez/Wikipedia Commons)

Caleta Tortel (foto: Rodrigo Gonzalez/Wikipedia Commons)

Um dos destaques da região é o vilarejo sem ruas que vive sobre passarelas, onde carros não entram e os visitantes contam com 7,5 km de plataformas e pontes de cipreste interligadas. O destino é declarado Monumento Nacional por sua arquitetura e pelo inusitado estilo de vida local.  Puyuhuapi

Localizado na Patagônia chilena, o pequeno vilarejo de Puyuhuapi é outro destino da Carretera Austral.

Por ali, tranquilos canais que formam fiordes são vias de acesso; um glacial suspenso de gelo eterno flutua sobre a vegetação verde e úmida daquelas terras frias; e águas quentes cruzam vales e vulcões antes de encher poços termais.

Chiloé

Ao sul desse país estreito e bem perto da Patagônia, existe um Chile que vai além das areias do deserto mais árido do planeta e das bem estruturadas estações de esqui. Localizado na Região dos Lagos, a menos de 200 km do aeroporto de Porto Montt, o arquipélago de Chiloé é o Chile que a gente custa a acreditar que existe.