Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Sexta-feira, 08 de dezembro de 2017

É oficial! Luan Santana confirma colaboração com a CNCO

Compartilhar:  

© Imagem: Reprodução Instagram CNCO

Agora é só controlar a ansiedade! O Luan Santana confirmou a colaboração com os meninos da CNCO!

Em entrevista à Revista Quem o cantor revelou que quer seguir os passos de Anitta e que a parceria faz parte de sua estratégia de divulgação internacional. Aliás, parcerias. Sim, no plural mesmo.

"A gente tem uma parceria com um grupo chamado CNCO. Eles estão no topo das paradas latinas", explicou. "(Eles) têm um público muito parecido com o meu aqui no Brasil. Vamos gravar uma música juntos, vou fazer a versão em português e num segundo momento, vamos fazer em espanhol para ser trabalhada lá fora."

 

Ou seja: teremos mesmo CNCO cantando em português com o Luan Santana! Mas vai ter que ter um pouquinho de paciência, já que as gravações vão acontecer somente em 2018.

Essa não é a primeira aposta latina de Luan Santana. Ele esteve na versão em português de mega hit Bailando, de Enrique Iglesias, e ainda gravou com Belinda para o álbum Ao Vivo no Rio a música Meu Menino (Minha Menina).

  CNCO pode lançar música com o fenômeno do K-Pop BTS

 

Todos querem nossos meninos! Imaginem o tamanho do furacão musical! De um lado a principal revelação do mercado latino, a CNCO. Do outro, os donos do K-Pop, gênero que movimenta milhões de pessoas ao redor do mundo, a BTS.

Acha impossível? Pois os rumores começaram a circular com força nos meios de comunicação britânicos na última semana.

"A gente gostaria de combinar K-Pop com reggaetón, isso seria genial. Não vemos nada como concorrência, simplesmente amamos fazer música, e esperamos conhecê-los e e fazer uma colaboração. Seria surpreendente", disse Richard Camacho ao jornal Metro.

 

Joel Pimental complementou: "Seríamos 12 pessoas em uma canção. Vamos precisar de uma música de seis minutos", brincou o componente da CNCO.

Fonte: MSn