Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Quarta-feira, 11 de outbro de 2017

No ano, Santuário Nacional de Aparecida recebe mais de 19 mil romarias

Compartilhar:  
Visitantes percorrem centenas de quilômetros para visitar a \'casa da padroeira\'. Imagem da santa encontrada no rio Paraíba em 1717 é guardada no templo.

Maior templo do mundo dedicado à Nossa Senhora Aparecida, o Santuário Nacional recebe milhares de romarias por ano. Os visitantes são de devotos vindos de diferentes regiões do Brasil e até de outros países. Em 2016, foram mais de 19,3 mil romarias cadastradas - o número pode ser ainda maior, já que nem todas se registram junto à administração da basílica.

Os dados levam em consideração visitantes que optam por diferentes transportes para visitar o Santuário, entre eles ônibus, caminhões e motos, além dos romeiros a pé ou a cavalo.

A romaria ao santuário em Aparecida (SP) é tradição para um grupo de Teixeira de Freitas, na Bahia. Há nove anos, anualmente, a diocese monta uma caranava. Nesta edição, vão mais de 1,2 mil fiéis em 20 ônibus. Entre os integrantes há membros da igreja e da comunidade.

Eles saem no próximo dia 19 e chegam em Aparecida dia 20, após cerca de 20 horas de viagem, num trajeto de 1.100 quilômetros. No dia 21, eles participam de uma missa às 9h. O grupo retorna no domingo para a Bahia. Nos três dias na capital da fé, o grupo passa por locais como a Basílica Velha e o Morro do Cruzeiro.

O padre Ronaldo Cardoso de Oliveira conta que a primeira romaria ao templo foi organizada em comemoração aos 50 anos da diocese, celebrados em 2009. "De lá para cá nós seguimos com a romaria, como forma de estar na casa da Mãe, agradecer", disse ele.

  Roteiro

 

Os grupos procuram o santuário durante o ano todo. Há excursões que se programam para acompanhar as celebrações de 12 de outubro, dia da padroeira, e aquelas que preferem dadas em que o Santuário esteja mais vazio. A expectativa é de que 200 mil pessoas passem pelo local na data.

É o caso de um grupo da cidade de Araguaína, no norte do Tocantins. São 56 visitantes, que estarão no Vale do Paraíba entre os dias 8 e 13, hospedados em Cachoeira Paulista. Eles optaram por visitar a basílica no dia 11.

"O grupo tem muitos idosos, então achamos que seria mais fácil para eles estar no Santuário na véspera", conta Cely Pereira de Souza, organizadora da excursão.

Os romeiros saem da cidade no dia 6 e percorrem mais de 2,2 mil quilômetros até Cachoeira Paulista, onde participam de atividades na comunidade católica Canção Nova. No meio do caminho, fazem uma parada no Santuário de Schoenstatt, em Atibaia. O retorno para Tocantins será no 13.

Para receber as excursões, o Santuário tem estrutura com estacionamento, banheiros, área de alimentação, sala de descanso para os motoristas e posto médico.