Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Terça-feira, 13 de março de 2018

Ex-jogador da paiN no Counter-Strike, atx é preso por tráfico no Rio de Janeiro

Compartilhar:  

© Divulgação

Considerado um dos melhores jogadores de Counter-Strike provenientes do Rio de Janeiro na época áurea da versão 1.6, Frederico "atx" Maia foi preso em flagrante pela Divisão de Homicídios de Niterói pela prática de tráfico de drogas, nesta segunda-feira (12), junto com outros dois homens.

Segundo reportagem veiculada no noticiário RJ1, da Rede Globo, a polícia encontrou na casa de atx quantidade substancial de diferentes entorpecentes, como metanfetamina, LSD, haxixe e maconha, assim como materiais que indicavam que o endereço era utilizado para o comércio ilegal de drogas.

Ainda de acordo com a noticiário, o carioca e os outros dois homens que foram presos estão ligados a um homicídio que ocorreu em Santa Rosa, Niterói, município do Rio de Janeiro, no sábado (10), quando o dentista Gilberto Ranhol Gomes sofreu um "surto" e atirou em direção a dois amigos.

No Counter-Strike, atx ficou bastante conhecido por defender equipes como Team AUTHORITY, imbalanced! e paiN Gaming, com a qual conquistou a primeira edição da Brazil Gaming League (BGL) de CS 1.6 e chegou a migrar para o Global Offensive. Porém, no CS:GO a equipe acabou se desfazendo.

Atx disputou alguns dos principais campeonatos do Counter-Strike 1.6, como as seletivas de World Cyber Games (WCG), Electronic Sports World Cup (ESWC), KODE5 e outras competições relevantes tanto do cenário internacional como nacional.

Pelo imbalanced!, ex-jogador foi companheiro de Felipe "brTT" Gonçalves, atual atirador do Flamengo eSports no League of Legends, e na época da paiN atuou ao lado do lendário Raphael "cogu" Camargo.

MSN