Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Terça-feira, 12 de junho de 2018

Após ataque hacker, criptomoedas perdem US$ 42 bilhões

Compartilhar:  

A desvalorização das criptomoedas se acentuou, levando a uma perda de US$ 42 bilhões em valor de mercado no fim de semana. O recuo no preço do bitcoin já ultrapassou os 50%.

Um ataque hacker em uma corretora da Coreia do Sul, Coinrail, derrubou os preços das moedas virtuais. O bitcoin, cujo preço encostou em US$ 20 mil em dezembro, caiu US$ 500 em poucas horas e chegou a US$ 6.627 nesta segunda-feira, segundo a corretora Bitstamp, de Luxemburgo.

O entusiasmo com as moedas virtuais tem diminuído nos últimos meses. Empresas que trabalham no setor estão sob alerta nos últimos meses diante de casos de roubos, manipulação de mercado e lavagem dinheiro. Apesar do ataque hacker ter ocorrido em uma empresa pequena — a sul-coreana Coinrail — a notícia alerta para riscos em todo o setor e motivou um forte movimento de venda, segundo Stephen Innes, da Oanda, de Cingapura:

— É o movimento: Se aconteceu com “A”, pode acontecer com “B” e pode acontecer com “C”. Então as pessoas entram em pânico.

A queda foi exacerbada pela baixa liquidez que tem sido registrada nesse mercado nos fins de semanas.

Em comunicado em seu site, a Coinrail afirmou que parte de seus bitcoins parece ter sido roubada por hackers, mas não dá detalhes. A informação é de que 70% das moedas virtuais que possui estão um arquivo seguro, sem conexão à internet e menos vulnerável a roubos. Dois terços dos avitos roubados foram congelados ou coletados, enquanto o um terço restante está sendo examinada por outras empresas de criptomoedas.

A Coinrail negocia mais de 50 criptomoedas e estava entre as 100 corretoras mais ativas no ano passado. A polícia da Coreia do Sul informou que estava investigando o ataque hacker à corretora.