Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Comprova: Alckmin não disse professor tem que trabalhar por amor

Compartilhar:  

A frase: “Quem quiser dar aula, faça isso por gosto, e não pelo salário. Se quiser ganhar melhor, pede demissão e vá para o ensino privado” vem sendo atribuída a Geraldo Alckmin em sites e em redes sociais, mas não há qualquer registro de que o candidato do PSDB à Presidência da República a tenha proferido em algum momento.

Alckmin não é a 1ª vítima desse boato. Pelo que o Comprova verificou, a frase foi originalmente atribuída ao então governador do Ceará Cid Gomes no final de agosto de 2011, quando o Estado enfrentava uma greve dos professores.

Embora não se tenha encontrado 1 registro da frase original que teria sido dita por Cid Gomes, parte de uma entrevista sua, concedida em 2011, está gravada. Nela, ele cita professores, policiais, médicos e detentores de cargos eletivos e diz que a atividade pública deve ser exercida “por amor, não por dinheiro”. O caso repercutiu e até outdoorsforam colocados em Fortaleza, capital cearense, ironizando a declaração.

Quando assumiu o Ministério de Educação em janeiro de 2015, o irmão do candidato à presidência Ciro Gomes (PDT) negou a autoria da frase.

Nos últimos dias, uma imagem que atribui a declaração a Geraldo Alckmin ganhou força nas redes sociais e teve maior impulso no dia 23 de julho de 2018 após ser publicada pela página “São Paulo Querida”. Mais de 9,1 mil pessoas já compartilharam o post no Facebook. A imagem foi enviada ao WhatsApp (11 97795-0022) do Comprova para ser checada.

O site Boatos.org já havia desmentido essa informação anteriormente.

__

O Poder360 integra o projeto Comprova. A iniciativa é uma coalizão de 24 veículos de imprensa que visa combater a desinformação durante as eleições presidenciais. Leia sobre essa checagem também no site do Comprova. Para ler todos os posts publicados pelo Poder360, clique aqui.

__

Esse texto foi produzido por Poder360, O Povo e Gazeta Online. Nenhum desmentido é publicado antes de ao menos 3 veículos diferentes entrarem em acordo sobre a veracidade da informação. Este post foi verificado por: Folha de S.Paulo, Uol, Gazeta do Povo e Estadão.