Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome



Sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Varejo desacelera no segundo trimestre e registra alta de 0,7%

Compartilhar:  

As vendas do varejo no segundo trimestre apresentaram avanço ante os três meses anteriores, de acordo com os dados da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgados na manhã desta sexta-feira, 10, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A expansão foi de 0,7%, ficando dentro das estimativas dos analistas. No acumulado do ano, as vendas sobem 3,6%.

O desempenho representa uma ligeira desaceleração ante o ritmo de crescimento verificado no primeiro trimestre do ano, que foi de 1,10% (na série com ajuste sazonal).

Já na análise contra igual período do ano passado, houve alta de 1,6%. Para especialistas, o desempenho trimestral, tanto na margem quanto na comparação interanual, teria sido mais intenso, não fosse o impacto negativo provocado pela paralisação dos caminhoneiros entre o fim de maio e o início de junho. No primeiro trimestre do ano, foi registrada expansão de 4,30% na comparação interanual.

"Abril começou o trimestre com resultado positivo e parecia haver uma retomada mais forte das vendas, porém a greve prejudicou o varejo em maio", disse Isabela Tavares, da Tendências Consultoria, antes da divulgação do resultado. "Ainda assim, o varejo restrito não sentiu tanto os efeitos por causa do Dia das Mães em maio", explica a analista.

Isabela ressalta que o desempenho de junho reflete o aumento do preço de alimentos e combustíveis. "Também tem um efeito negativo da Copa do Mundo e dos jogos do Brasil sobre as vendas", comenta. Ela avalia, entretanto, que os próximos trimestres do ano devem apresentar uma recuperação do nível de negócios.

Em junho, o varejo teve queda de 0,3% ante maio, mas teve alta de 1,5% na compração com junho de 2017.