Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Segunda-feira, 21 de maio de 2018

O comportamento do peixe em épocas frias

Compartilhar:  

Em épocas de calor a pesca esportiva é farta e com muitas emoções ao pescador, e o desempenho do peixe é sempre muito satisfatório. Porém, está chegando aquela época mais fria do ano, a qual podemos encontrar mais dificuldades para fazer a tão almejada captura. A partir dessa vertente vamos desvendar o comportamento dos peixes em épocas frias, que inicia já no mês de maio e geralmente vai até agosto.

peixemanhosomenor.jpgCom o peixe manhoso, o pescador pode ficar grande parte do seu tempo sem obter grandes resultados e emoções. A tendência é bater aquele desânimo. Mas, calma! Isso tem explicação.

“Com a chegada das estações mais frias, o que ocasiona a queda da temperatura da água (que vai de 12 a 20ºC), ocorre maior salinidade e menor fotoperíodo (dias longos), com isso o metabolismo dos peixes diminui e sua taxa de gordura aumenta, tornando-os mais lentos a fim de poupar o gasto de energia”, relata a pesquisadora de Recursos Pesqueiros Continentais do Instituto da Pesca do Estado de São Paulo, Lidia Maruyama.

O pescador do nosso staff, Braguinha, revela que “se o pescador não estiver com um bom material, boa sensibilidade e sem um bom conhecimento da modalidade que irá ser aplicada, não fisgará bons exemplares”.

Segundo o experiente pescador, o metabolismo do black bass fica mais lento nessa época do ano, e o pescador sem experiência pode não perceber que o peixe atacou a isca. Porém, não desanime, os grandes exemplares de bass são capturados exatamente no inverno e dependendo do vento e horário eles podem ficar à meia água ou mais no fundo da região.

O frio causa em algumas regiões do País a diminuição do volume de água. A vegetação da margem seca e os alevinos de outros peixes já estão crescendo, e com isso a busca por alimentos começa. Assim é com o tucunaré, explica Maicon Bianchi."Na região Sudeste e Centro-Sul, o inverno coincide com a época das vazantes. A meu ver, é a melhor época para se defrontar com o tucunaré e outras espécies de peixes, e aí estar frio ou não é o que menos importa”.

MaiconINVERNOinterna4.jpgComportamento

A zootecnista Claucia Honorato, mestre em Aquicultura pela Universidade do Estado de São Paulo (UNESP), explica a base das mudanças no comportamento dos peixes nos meses mais frios.

Pesca & Companhia: Segundo pescadores esportivos, o rendimento do peixe cai no inverno, por quê isso acontece? Claucia Honorato: Os peixes são animais pecilotérmicos ou ectotérmicos (temperatura interna do corpo varia de acordo com a temperatura do ambiente), os quais regulam temperatura corpórea com o ambiente em que se encontram, consequentemente altera seu metabolismo. Portanto, no inverno por exemplo, quando fica exposto à baixa temperatura, seu metabolismo diminui.

P&C: O desempenho do peixe e seu habitat podem ser alterados no frio deixando a pesca esportiva mais difícil? Como isso acontece? foradaguaINTERNA.jpgClaucia: As baixas temperaturas  induzem a redução do metabolismo dos peixes reduzindo a necessidade de alimentação diminui, prejudicando a pesca de algumas espécies.

P&C: Quais são os peixes que tem seu comportamento afetado? O tipo de água doce/salgada influência? Claucia: Os peixes neotropicais são afetados pela diminuição de temperatura. Exemplo destes são:  pacu, tambaqui, pintado e o dourado .

P&C: O sistema respiratório de algumas espécies é afetado? Isso influencia no inverno? Por quê? Claucia: Indiretamente no inverno o sistema respiratório dos peixes pode ser afetado. Nessa época a incidência de ectoparasita tende a aumentar de forma considerável. Alguns destes parasitas infestam as brânquias destes peixes dificultando as trocas gasosas.