Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Terça-feira, 03 de julho de 2018

Como Começar a Pescar

Compartilhar:  

A pesca está associada aos momentos de paz e tranquilidade. Por isso muita gente quer iniciar na pesca esportiva para viver momentos assim.

O que é comum é não saber por onde começar nessa atividade, o que comprar, qual quantidade comprar, e o que fazer com tudo aquilo. Essas dúvidas são frequentes entre os iniciantes. Por Onde Começar

Sempre por um pesque e pague. Sua primeira preocupação deve ser com segurança, imagine que você não domine primeiros socorro e resolva se aventurar pelo Pantanal em um pequeno barco, tudo pode acontecer em um lugar ermo, especialmente situações perigosas.

Por isso, e tantos outros motivos, em um pesque e pague você terá chance de se desenvolver inicialmente, como alguém que imita quem sabe usar todos os talheres em um jantar chique, você pode imitar pescadores mais experientes que você.

Olhando de fora parece que todo pescador lança sua vara de qualquer jeito, o peixe é fisgado e logo o almoço para toda a família está garantido. Mas infelizmente, ou não, não é bem assim.

Se você realmente pretende entrar nesse ramo, terá de pesquisar bastante sobre pesca esportiva.

O mais importante é que esse momento seja divertido e relaxante, ou não teria porque fazê-lo. Como se Equipar

Vara, molinete, linha de resistência, anzol, iscas, chumbo e outros acessórios.

No pesque e pague, certamente, você será orientado a iniciar com uma vara com cerca de 2m de comprimento e molinete simples. Assim, a precisão será maior nessa fase.

Cada tipo de peixe pede um tipo de isca, você vai se acostumar com o passar do tempo, tenha calma. Os pescadores fabricam suas próprias massas, ou utilizam mortadela ou salsicha, por exemplo.

Ou ainda, docinhos de leite em pó com leite condensado. Ou pão amanhecido, que deve dormir fechado em saco plástico.

Passado o período inicial de treno em pesqueiros, você pode se aventurar e se equipar com um kit básico, que vai custar cerca de duzentos reais.

Lista de material para iniciantes:

– Vara: a vara está para o pescado como a prancha está para o surfista, portanto, deve ser pensada de forma personalizada, tamanho, peso e outros detalhes você pode verificar na loja ou com um pescado mais experiente.

– Suporte para vara: deve ter formato cilíndrico e feito de pvc, alumínio ou aço. Afinal, não é possível segurar a vara o tempo todo. Lance e apoie para não se cansar.

– Molinete: verifique os que são leves e fáceis de manusear, que tenham boa capacidade de armazenamento de linha e quantidade de rolamentos.

– Linhas de pesca: existe uma infinidade, peça ajuda na loja para o que você pretende, assim vai começar a se habituar com cada tipo.

– Anzol: o mais utilizado e recomendado é o maruseigo, mas pode variar de acordo com o tipo de peixe.

– Porta anzol: serve para manter os anzóis bem esticados.

– Chumbo: também conhecido como chumbada, responsável pela fixação de iscas nos anzóis.

– Giradores: une a linha ao molinete, evitando a torção da linha.

– Presilhas: também conhecidas como snaps, une a linha ao girador e a chumbada.

– Rotor: evita a torção da linha no recolhimento do peixe.

– Elastricot: serve para enrolar as iscas e evitar que caiam nos arremessos.

– Tesoura: não vai faltar coisas para cortar, acredite.

– Cortador de unha: para cortar sobras de nylon.

– Alicate de bico: para tirar o anzol da boca do peixe.

– Chapéu e protetor solar: pensar na roupa por completo é importante, um colete com bolsos facilita muito a vida. Mas essenciais para se proteger dos raios ultravioletas são esses itens.