Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Sexta-feira, 25 de maio de 2018

Coma 1 ovo por dia e exercite-se 4 vezes na semana para proteger o coração

Compartilhar:  

A cada ano, cerca de 17,5 milhões de pessoas morrem vítimas de doenças cardiovasculares, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, a média anual é de 350 mil, o equivalente a uma morte a cada 40 segundos. Os números são alarmantes e, por isso, hábitos que protegem o coração são essenciais na rotina.

Recentemente, dois estudos descobriram novos indícios de que comer ovo e praticar atividade física regularmente ajudam na prevenção de males como infarto e derrame. A seguir, saiba mais sobre as pesquisas: Ovo protege o coração

Um trabalho conduzido por cientistas da Universidade de Pequim, na China, e pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, identificou que comer ovo – mesmo que apenas um por dia – traz benefícios ao coração.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

Para chegar aos resultados, os pesquisadores compararam dados de meio milhão de chineses, com idades entre 30 e 79 anos, que tinham ou não o hábito de consumir o alimento. Após nove anos de observação, os experts notaram que quem tinha o costume de comer o produto da galinha apresentava um risco 18% menor de ter doenças cardiovasculares, uma tendência 26% mais baixa de sofrer hemorragias cerebrais e eram 28% menos propensos a morrer por derrame.

Mais estudos são necessários para entender essa relação, mas os autores do artigo acreditam que essa é uma nova prova de que, dentro de uma dieta equilibrada, o ovo tem muitos benefícios a oferecer à saúde. Exercícios 4 vezes na semana

Outra investigação recente, publicada no The Journal of Physiology, aponta que fazer atividade física pelo menos quatro vezes por semana é importante para manter o todo o sistema cardiovascular saudável.

A pesquisa recrutou 102 participantes e analisou suas artérias e vasos sanguíneos – estruturas que, com o avançar da idade, tendem a enrijecer, aumentando o risco de problemas cardíacos. Os resultados mostraram que, em praticantes de esportes, esses ductos se mantiveram em condições saudáveis por mais tempo.

De acordo o trabalho, qualquer modalidade é capaz de minimizar a probabilidade de ter problemas no coração. No entanto, os autores notaram que, dependendo do tamanho, as artérias são afetadas de formas distintas pela frequência com que os treinos são feitos – as maiores são as que mais precisam de exercícios para diminuir o avanço do envelhecimento. Então, para garantir saúde, procure se movimentar regularmente (30 minutinhos por dia não atrapalha ninguém, vai!)