Segunda-feira, 22 de abril de 2019

10 CURIOSIDADES SOBRE O DESCOBRIMENTO DO BRASIL

Compartilhar:  

O descobrimento do Brasil aconteceu no dia 22 de abril de 1500, uma quarta-feira. O almirante Pedro Álvares Cabral veio de Portugal à terra onde viviam os índios Tupiniquim.

O processo de descobrimento do Brasil guarda algumas curiosidades interessantes. Confira: 1. Dança ao invés de ataque

“O Brasil nasceu dançando”, de acordo com o antropólogo Antônio Risério. Não à toa: quando os portugueses chegaram no local que se tornaria o Brasil futuramente, os índios, ao invés de atacarem, recepcionaram os desbravadores com uma dança. 2. Descobrimento do Brasil não era prioridade

Os portugueses não estavam planejando descobrir o Brasil quando acabaram parando por aqui. O objetivo era conquistar a Índia, mas vieram ao Brasil e aproveitaram para conquistar o território. 3. O nome

O nome “Brasil” não se atribui somente à árvore pau-brasil. Em entrevista ao portal EBC, o jornalista e escritor Eduardo Bueno conta o motivo.

A palavra ‘brasil’ é repleta de significados – e muito mais antiga que o nome da árvore. De fato, uma das tantas ilhas mitológicas espalhadas pelo Mar Tenebroso se chamava Hy Brazil. Era um território lendário, associado à trajetória de São Brandão, místico irlandês que, no ano 565 da era cristã, tinha partido para o oceano em busca de uma terra sem males. Depois de terrível peregrinação náutica, o religioso enfim chegou a uma ilha ‘movediça, ressoante de sinos sobre o velho mar’. Batizou-a de Hy Brazil, a Terra da Bem-Aventurança. Brazil provém da palavra celta bress, origem do inglês bless – que quer dizer abençoar. 4. A descoberta foi mesmo em 1500?

Há historiadores que garantem que o descobrimento do Brasil, na verdade, foi em 1498. Duarte Pachec Pereira, nomeado Cavaleiro da Casa Real, teria descoberto o território anteriormente, em viagem secreta. Ele participou da negociação do Tratado de Tordesilhas, firmado entre Portugal e Espanha no ano de 1494. 5. A carta de Pero Vaz de Caminha

Para falar sobre o descobrimento do Brasil, o escrivão Pero Vaz de Caminha enviou uma carta ao rei de Portugal, Dom Manuel I. O conteúdo é curioso e pode ser lido neste link. 6. Viagem demorada

A viagem de Pedro Álvares Cabral ao Brasil demorou mais de um mês – ele saiu de Lisboa ao meio-dia de 9 de março de 1500, com 1,5 mil pessoas acomodadas em 10 naus e três caravelas. Uma das naus, com 150 homens, desapareceu no fim de março e nunca mais foi encontrada. 7. O preço

Pedro Álves Cabral ganhou 10 mil cruzados pela viagem – cada unidade valia 3,5 gramas de ouro. Além disso, ele teve o dinheiro de transportar 30 toneladas de pimenta no navio. 8. Descoberta?

Não dá para dizer que o Brasil foi descoberto em 1500. O local já era habitado há muito tempo por indígenas e a ideia de descobrimento é baseada no eurocentrismo, que coloca a Europa acima de tudo. 9. A primeira missa

A primeira missa em terras brasileiras aconteceu em 26 de abril de 1500, um domingo. O Frei Henrique de Coimbra rezou a missa em questão, com participação de índios, que não entendiam o que estava acontecendo. Só depois de algum tempo, com a chegada de frotas lusitanas com o intuito de permanecer no local, os índios passaram a ser catequizados. 10. Rivalidade indígena

Duas nações indígenas ocupavam o litoral baiano quando os portugueses chegaram ao Brasil: os tupiniquins e os tupinambás. Enquanto os tupiniquins apoiavam os portugueses durante a colonização, os tupinambás davam apoio aos franceses, que tentaram tomar o território algumas vezes.