Quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Oscar não terá apresentador pela 1ª vez desde 1989

Compartilhar:  

A cerimônia do Oscar 2019, que será realizada no dia 24 de fevereiro, não terá um apresentador. É a primeira vez que isso ocorre em três décadas.

De acordo com a revista Variety, no lugar de um mestre de cerimônia, um grupo de artistas deve apresentar os vencedores em diversos segmentos.  

O evento também deve contar com esquetes e novos números musicais, tendo em vista o sucesso de filmes como Nasce Uma Estrela e Bohemian Rhapsody.

A última vez que a noite do Oscar não teve anfitrião foi em março de 1989, em sua 61ª edição, que começou com um número musical estrelado por Rob Lowe e Snow White - reprovado pelo público posteriormente.

Escolhido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas como apresentar da 91º edição da premiação, o comediante Kevin Hart desisitiu da tarefa no início de dezembro passado.

O nome de Hart controvérsia depois que vieram à tona tuítes antigos com conteúdo considerado homofóbico. Após repercussão negativa, o ator se manifestou via Twitter.

“Eu fiz a escolha de renunciar o Oscar deste ano... Isso porque eu não quero ser uma distração em uma noite que deve ser celebrada por tantos artistas talentosos incríveis”, escreveu Hart. “Eu sinceramente peço desculpas à comunidade LGBT pelas minhas palavras insensíveis do meu passado”, finalizou.  Outras mudanças no Oscar

Nos últimos meses, outras novidades e mudanças referentes à mais importante premiação do cinema foram divulgadas.

Em agosto, os organizadores anunciaram uma nova categoria, de Melhor Filme Popular, que os críticos consideraram uma manobra para atrair mais espectadores para o atração de TV.

Depois de críticas generalizadas, a Academia arquivou a ideia, mas disse não descartá-la para as edições do evento nos próximos anos.

No mesmo período foi anunciado que, a partir desta edição, a cerimônia do Oscar será reduzida para 3 horas e vencedores de algumas categorias serão anunciados nos intervalos e adicionados na transmissão na TV posteriormente.

Além disso, a data da cerimônia do Oscar 2020 foi adiantada. O evento é realizado tradicionalmente entre o fim de fevereiro e início de março. No entanto, a 92ª edição será deve ocorrer no dia 9 de fevereiro de 2020.

De acordo com o HuffPost, a Academia tem fechado um acordo de tramissão com o canal ABC, nos Estados Unidos, até 2028. Dentro dessa condição, a premiação enfrenta pressões financeiras que incluem também um museu de U$ 388 milhões, que deve ser inaugurado no final deste ano.