Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome

Quinta-feira, 08 de novembro de 2018

Neymar volta a ter problemas com árbitro de jogo polêmico na Copa do Mundo e reclama após empate do PSG na Champions League

Compartilhar:  

Durante a Copa do Mundo de 2018, Neymar foi criticado por muitos pela forma como agiu em campo. Principalmente por simular faltas durante o torneio. E um dos jogos em que o brasileiro mais se envolveu em polêmicas foi a vitória por 2 a 0 contra a Costa Rica.

Naquele jogo, o árbitro da partida foi o holandês Bjorn Kuipers. Na terça-feira, o mesmo juiz foi responsável por comandar o jogo que terminou em 1 a 1 entre Napoli e o Paris Saint-Germain de Neymar, pela Uefa Champions League.

E, mais uma vez, o camisa 10 não gostou do comportamento de Kuipers.

"Não ligo para os erros que podem acontecer. O árbitro é um ser humano e pode cometer erros, mesmo que seja tão claro como foi o pênalti. A forma como ele trata o jogador foi uma falta de respeito", disse Neymar na zona mista do Estádio San Paolo.

"Por isso perdi o controle e falei umas palavras assim para ele. Não quero repetir o que ele me disse. Mas alguém de cima deveria fazer algo. Ele não pode faltar com respeito como fez comigo. No campo, pedem para nós respeitarmos os árbitros. Eles deveriam fazer o mesmo."

Neymar não foi o único a reclamar. O treinador do PSG Thomas Tuchel também criticou algumas decisões de Kuipers.

"No gol do Napoli, houve impedimento. Depois daquilo, foi pênalti pela falta que fizeram em Bernat (no segundo tempo). Foi muito difícil aceitar. Mas é assim, não tivemos tanta sorte", disse o técnico.

Presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi foi além: "Normalmente, com o pênalti, seria 2 a 0 e não 1 a 1. Mas vamos aceitar. Precisamos do VAR na Champions League o quanto antes. Perdemos dois pontos por causa de erros da arbitragem".

O mesmo discurso foi repetido pelo goleiro Gianluigi Buffon, que disse que erros como os cometidos pelo árbitro são "impossíveis com o VAR".

Enquanto isso, o zagueiro e capitão Thiago Silva assumiu responsabilidade pelo lance que permitiu o gol do Napoli.

"Cometi um erro técnico. Queria ficar com a bola, mas as coisas não aconteceram como eu imaginei. Foi um erro meu. Sempre quero fazer o melhor pelo meu time. Mas precisamos continuar", afirmou Thiago, que também falou sobre a atuação do árbitro da partida.

"No lance que cometi o erro, falaram de um impedimento do Callejón. Mas acho que foi um pênalti em Juan (Bernat) do outro lado. É sempre difícil com este árbitro. Mas precisamos parar de pensar nisso", completou o zagueiro.

MSN