Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome



Quinta-feira, 07 de fevereiro de 2019

Precisando apenas do empate, Fla busca amadurecimento da defesa

Compartilhar:  

Um empate no sábado, com o Fluminense, garante o Flamengo na final da Taça Guanabara. E o duelo acontece em um momento de amadurecimento do sistema defensivo da equipe rubro-negra. Com chegadas e partidas durante a janela de transferência, o time começou a temporada sendo vazada em quatro dos cinco primeiros jogos oficiais.

A zaga foi o setor que mais foi modificado em relação à última temporada. Sob o comando de Mauricio Barbieri e Dorival Júnior, a dupla titular foi Léo Duarte e Réver - que foi para o Atlético-MG -, enquanto o ano iniciou com Rhodolfo e Rodrigo Caio - que estava no São Paulo.

Desta forma, o técnico Abel Braga, que acertou contrato no fim do ano passado, ainda busca encontrar o encaixe ideal para que a defesa mostre a mesma solidez do ano passado, quando teve a terceira melhor defesa, com 29 gols contra - empatado com o Internacional e atrás de Palmeiras e Grêmio.

O Flamengo saiu atrás na estreia com o Bangu, Resende e Botafogo, além de também ter levado gol contra o Boavista - que, àquela altura, empatou o jogo no Maracanã. A única partida em que não buscou a bola no fundo da rede foi contra a Cabofriense, no domingo, última antes da semifinal.

Após o clássico com o Botafogo, pela terceira rodada da Taça Guanabara, terceiro jogo consecutivo em que o Flamengo havia saído atrás no placar, o comandante rubro-negro rechaçou que a culpa seja apenas da zaga e apontou que vinha faltando concentração ao time.

- Falha coletiva. Não pode falar que foi (falha) dos zagueiros, nenhum dos gols. O primeiro, contra o Bangu, houve falha, mas uma falha mais de concentração que individual. Tenho ficado, realmente, muito satisfeito. O zagueiro do lado oposto da bola não tem ficado em linha. Raramente existe impedimento do ataque adversário. Não queremos isso, bola enfiada. Temos nos saído bem. falta um pouquinho mais de concentração. Demoramos a diminuir no gol do Botafogo. Espero que não tenha todo jogo de ficar correndo atrás de resultado. Isso é muito ruim. Mas em três jogos, não se perdeu. Alguma coisa diferente está acontecendo com esse Flamengo.

Até o momento, o comandante utilizou Rhodolfo e Rodrigo Caio desde o início em três dos cinco duelos, enquanto usou Léo Duarte e Rodrigo Caio em um e Léo Duarte e Matheus Dantas em mais um. Vale lembrar que Matheus Thuler está com a Seleção Brasileira Sub-20 que disputa o Sul-Americano da categoria.

Busca por novo nome

Apesar de ter acertado com Rodrigo Caio, a diretoria ainda busca mais um zagueiro para o elenco. Houve uma busca por Miranda, da Inter de Milão, e por Léo Pereira, do Athletico. As conversas, porém, não avançaram e ambos renovaram com os respectivos clubes.

Os gols contra no Carioca

Flamengo x Bangu

O Flamengo venceu por 2 a 1, de virada, após o Bangu abrir o placar logo aos dois minutos. No lance, que surgiu de uma cobrança de lateral, Anderson Lessa ganhou de Rodrigo Caio no alto e cabeceou para o gol.

Resende x Flamengo

Novamente, o Flamengo saiu atrás do placar na segunda rodada do Carioca. Contra o Resende, aos 18 minutos, depois de cobrança de escanteio, Joseph subiu mais alto que Piris e balançou a rede.

Botafogo x Flamengo

No primeiro clássico do ano, o Botafogo abriu o placar aos 24 minutos. Em jogada pela direita, Jean recebeu sem marcação na intermediária e arriscou para o gol. João Paulo desviu de calcanhar e fez.

Flamengo x Boavista

Contra o Boavista, primeiro jogo do Carioca em que o Flamengo conseguiu sair na frente. O Boavista, porém, empatou logo no começo do segundo tempo, quando Arthur fez jogada pela direita da defesa e bateu no canto esquerdo de Cesar.