Segunda-feira, 13 de maio de 2019

Djokovic vence Tsitsipas e conquista seu terceiro Masters 1000 de Madri

Compartilhar:  

O tenista número 1 do mundo, Novak Djokovic, ganhou pela terceira vez neste domingo o Masters 1000 de Madri, ao vencer com certa tranquilidade o jovem grego Stefanos Tsitsipas, número 9 do mundo, por 2 sets a 0, parciais de 6-3 e 6-4.

Em seu segundo título da temporada após o Aberto da Austrália, Djokovic voltou a levantar o troféu na capital espanhola, três anos depois de seu último triunfo em 2016, quando superou Andy Murray na final.

O sérvio, que em 2011 havia conquistado seu primeiro Masters 1000 madrilenho vencendo Rafa Nadal, já conta com 74 troféus na carreira, 33 deles em Masters 1000.

"Estou muito contente. Ontem eu disse após a semifinal que essa vitória era importante para mim, para minha confiança. Joguei algo de meu melhor tênis aqui", disse Djokovic neste domingo após a conquista.

Tsitsipas, de 20 anos e que havia vencido nas quartas Alexander Zverev (4º) e nas semifinais Rafa Nadal (2º), não conseguir sua façanha no saibro madrilenha diante do número 1 do mundo.

- Sem confiança -

O prêmio de consolação para o grego, que perdeu a segunda final de Masters 1000 de sua curta carreira, será a subida ao sétimo lugar do ranking mundial na segunda-feira, sua melhor posição.

Djokovic se mostrou quase imbatível nesta final, após uma campanha em Madri em que não perdeu nem um único set.

"Não me senti confortável, não tinha confiança", disse Tsitsipas na coletiva de imprensa após a final, acrescentando que "não esteve bem fisicamente", depois de seu duro jogo da véspera contra Nadal.

O sérvio estava mais em forma com um dia a mais de descanso do que seu rival por não ter jogado as quartas de final devido à desistência do croata Marin Cilic.

O número 1 ganhou os primeiros três games seguidos da partida, uma vantagem que acabou sendo definitiva para vencer o primeiro set em apenas 44 minutos.

Firme em seu saque e seguro no fundo da quadra, Djokvovic aguentou os ataques de Tsitsipas, que não hesitava em subir até a rede buscando as jogadas que haviam dado certo contra Rafa Nadal.

No segundo set, o tenista grego se mostrou mais forte mas em nenhum momento colocar o sérvio contra as cordas.

- Djokovic alcança Nadal -

Com o 4-4 no placar, o número 1 conseguiu quebrar então o serviço do grego para fechar o set e a final com seu saque no quarto match point.

Com a vitória Djokovic somou seu 33º título de Masters 1000, alcançando Nadal como jogador mais premiado na categoria dos torneios mais prestigiosos depois dos de Grand Slam e além disso, de se consolidar ainda mais no topo do ranking mundial.