Segunda-feira, 13 de maio de 2019

Em domingo das mães, Flamengo lota o Maracanã e vence a Chapecoense

Compartilhar:  

Em pleno domingo de Dia das Mães, nesta manhã, festa para as rubro-negras: o Flamengo foi a campo e venceu a Chapecoense por 2 a 1, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Mais de 61 mil torcedores compareceram ao estádio para acompanhar a partida, em um dia de muito sol e calor no Rio de Janeiro - marcando, assim, o recorde de público até agora nesta edição da competição. Os gols do Fla foram marcados por Vitinho e Lincoln, com Gum descontando para os catarinenses.

Com o resultado, o Flamengo chegou a sete pontos, na quinta colocação até agora. A Chapecoense, por sua vez, ficou com quatro pontos, no 12º lugar. Pelo Brasileiro, ambas as equipes voltam a campo no próximo fim de semana - enquanto no sábado o Rubro-Negro visita o Atlético-MG, a Chapecoense, no dia seguinte, recebe o Fortaleza. Antes, apenas o Fla entra em campo: na quarta-feira, pela Copa do Brasil, faz a ida das oitavas de final fora de casa contra o Corinthians.

SEM VOZ DE SONO

Em pleno Domingo de Manhã, o torcedor do Flamengo provou não estar com voz de sono. Isto graças a uma atuação bastante ofensiva desde o minuto inicial por parte do Rubro-Negro, abrindo o marcador logo aos sete. Trauco achou Vitinho, que mandou para o gol na saída do goleiro Tiepo e colocou o 1 a 0 no placar. Aos 14, Vitinho teve nova oportunidade, o que também foi achado pelo Diego cinco minutos mais tarde - em ambos os casos, a bola tirou tinta da trave.

CHAPE ACORDA E PÊNALTI DESPERDIÇADO

Atrás do marcador, a Chapecoense aumentou a movimentação no meio de campo, criando alternativas de gol - como aos 31 minutos, em tentativa de Régis e aos 38 em finalização de Everaldo - neste último, Diego, já com cartão amarelo, era para ter recebido outro, mas o árbitro deixou passar, errando. Antes do intervalo, um pênalti foi bem marcado após Bruno Pacheco derrubar Lincoln, mas Diego foi para a cobrança e desperdiçou - em excelente defesa de Tiepo, inclusive no rebote.

FIM DE JEJUM

Na volta para o segundo tempo, o Flamengo repetiu o expediente dos minutos iniciais da partida e pressionou pelo gol. E, mais uma vez, com sucesso: aos seis, Berrío escorou para Ronaldo, que mandou para Lincoln, oportunista, estufar as redes, ampliando o placar ao 2 a 0 a favor do Rubro-Negro. Mais festa da equipe da Gávea, com a cria da base quebrando um jejum de 14 partidas. Lincoln quase ampliou dez minutos depois, mas desta vez Tiepo evitou.

DESCONTO NOS ACRÉSCIMOS

O 2 a 0 a favor no marcador, o Flamengo diminuiu o ritmo, dando mais espaços para a Chapecoense, que levou perigo aos 37 minutos com Rildo - obrigando o goleiro Diego Alves a fazer grande defesa, no reflexo. Já nos acréscimos, aos 47, Gum descontou para os catarinenses, ganhando de Thuler após cobrança de escanteio. Fim de papo, vitória rubro-negra por 2 a 1 e festa para os mais de 60 mil torcedores do Flamengo que foram comemorar o Dia das Mães no Maracanã.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 X 1 CHAPECOENSE

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data/hora: 12/5/2019, às 11h (de Brasília)

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS) - Nota LANCE!: 5,5 (não influenciou o resultado, mas falhou nos cartões)

Auxiliares: Lucio Beiersdorf Flor (RS) e Leirson Peng Martins (RS)

Árbitro de vídeo: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Renda/público: R$ 1.692.892,00/61.023 presentes

Cartões amarelos: Diego, Ronaldo (FLA) e Bruno Pacheco, Alan Ruschel (CHA)

Cartão vermelho: -

GOLS: Vitinho 7/1ºT (1-0), Lincoln 6/2ºT (2-0) e Gum 47/2ºT (2-1)

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Thuler, Rodrigo Caio e Trauco; Piris da Motta, Ronaldo e Diego (Everton Ribeiro 38/2ºT); Vitinho (Bruno Henrique 27/2ºT), Berrío (Bill 38/2ºT) e Lincoln. Técnico: Abel Braga.

CHAPECOENSE: Tiepo, Bryan, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Marcio Araujo, Augusto e Alan Ruschel (Elicarlos 12/2ºT); Régis (Arthur Gomes 12/2ºT), Renato (Rildo 31/2ºT) e Everaldo. Técnico: Ney Franco.

MSN