Sexta-feira, 24 de maio de 2019

Meia da seleção olímpica é preso por dirigir sem habilitação e clube brinca nas redes sociais: 'Venha de Uber'

Compartilhar:  
© Gualter Fatia/Getty Images O meia brasileiro Wendel, atuando pelo Sporting

Na última quarta-feira (22) o meia brasileiro Wendel, do Sporting, foi preso em Alcochete, na região de Lisboa, por dirigir sem carteira de habilitação. De acordo com informações da imprensa portuguesa, o meia ex-Fluminense estava com a família e não ofereceu nenhuma resistência. O brasileiro de 25 anos marcou o único gol do triunfo fora de casa do clube de Lisboa.© Fornecido por ESPN do Brasil Eventos Esportivos LTDA O brasileiro de 25 anos marcou o único gol do triunfo fora de casa do clube de Lisboa.

Já nesta quinta-feira, o Sporting brincou sobre a situação do brasileiro, usando um de seus patrocinadores para isso. Em uma postagem nas redes sociais, o clube português garantiu as viagens do meia ao centro de treinamento da equipe usando Uber.

Apesar da brincadeira, Wendel não saiu totalmente livre da situação. Ele terá de pagar uma multa ao Tribunal do Montijo, de valor ainda não divulgado.

Além disso, o presidente do Sporting, Frederico Varandas, exigiu que ele faça uma doação ao Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão, especializado no tratamento de vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC), no mesmo valor da multa que lhe for aplicada.

Wendel foi um dos jogadores convocados pelo técnico André Jardine para a seleção brasileira olímpica, no último dia 15 de maio, para a disputa do Torneio de Toulon, na França.

Por MSN