Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome



Quinta-feira, 06 de dezembro de 2018

Satélite revela expansão de base de mísseis na Coreia do Norte

Compartilhar:  

Imagens obtidas pela rede de televisão CNN, dos Estados Unidos, mostram que a base de mísseis de longo alcance Yeongjeo-dong na Coreia do Norte está sendo expandida –além de continuar ativa.

A descoberta mostra que as relações entre os EUA e o líder norte-coreano Kim Jong Un tem trazido poucos avanços na prática. Há 5 meses, as duas potências mantiveram conversações para chegar ao processo de desnuclearização.

Segundo pesquisadores do Instituto Middlebury de Estudos Internacionais, as imagens também revelam a construção de uma nova base a 11 quilômetros do local já conhecido. Ainda não foi esclarecido se elas estão interligadas.

Um dos analistas do instituto, Jeffrey Lewis, diz que “a construção continuou mesmo após a Cúpula de Cingapura”, em que Jong Um e Trump tiveram conversas bilaterais em busca da desnuclearização.

“O que quer que Kim diga sobre seu desejo de desnuclearização, a Coreia do Norte continua produzindo e implantando mísseis nucleares”, disse Lewis.

Autoridades norte-americanas dizem ter controle sobre o que acontece na Coreia do Norte e afirmam “não estarem surpresas com os resultados” do satélite. “Nós observamos a Coreia do Norte muito de perto. Continuamos a apoiar o processo diplomático e não iremos discutir assuntos de inteligência”, falou Chris Logan, porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA.

O Ministério da Defesa da Coreia do Sul afirmou que a base descoberta “é um dos principais locais norte-coreanos rastreados e vigiados, em cooperação com os Estados Unidos”.

A implantação de uma nova base de mísseis não significa a violação de nenhum acordo, mas preocupa os países que articulam o acordo de desnuclearização.