Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.


Clique aqui e baixe o Mozila Firefox, é gratis.

Mozila Firefox Google Chrome

Mozila Firefox Google Chrome



Quinta-feira, 07 de fevereiro de 2019

MG cancela autorização para Vale operar barragem de mina Brucutu, diz empresa

Compartilhar:  

 A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), do governo de Minas Gerais, cancelou a Autorização Provisória para Operar (APO) da barragem de Laranjeiras, pertencente à Vale e utilizada na operação da mina de Brucutu, de acordo com fato relevante nesta quarta-feira.

O cancelamento ocorreu após uma decisão judicial anterior que determinou a paralisação de várias barragens, incluindo a de Laranjeiras, em um desdobramento da tragédia de Brumadinho, em 25 de janeiro.

A paralisação da mina de Brucutu, a maior mina de minério de ferro da Vale em Minas Gerais, tem impacto estimado na produção de cerca de 30 milhões de toneladas ao ano.

A Vale informou ainda que a secretaria determinou a suspensão imediata da Mina de Jangada, por entender que a Licença de Operação desta está unificada à LO da Mina Córrego de Feijão, em Brumadinho, a despeito das minas terem atos autorizativos distintos.

A Mina da Jangada já estava paralisada em consequência da paralisação da operação da mina Córrego de Feijão.

A companhia afirmou que entende que "não existe fundamento técnico e/ou jurídico ou avaliação de risco que justifique o cancelamento da APO". Disse ainda que adotará as medidas administrativas e judiciais cabíveis quanto à referida decisão.