Quarta-feira, 12 de junho de 2019

Brasileiro inadimplente deve, em média, três salários mínimos

Compartilhar:  
Pesquisa aponta que maioria tem dívidas de até 1.000. Apenas 10% dos entrevistados estão com contas atrasadas que somam mais de R$ 7.500

Os brasileiros inadimplentes devem, em média, R$ 3.239,48, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (12) pelo CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito). 

Este valor corresponde a três salários mínimos que, em 2019, é de R$ 998. O valor é 41% maior do que a média mensal que o trabalhador brasileiro recebe por mês (R$ 2.291). 

Do total, 53% tem dívidas que não chegam a R$ 1.000. Quatro em cada dez consumidores inadimplentes devem até R$ 500.

Já 20% devem algum valor entre R$ 1.000 e R$ 2.500, e 16% devem entre R$ 2.500 e R$ 7.500. As dívidas acima de R$ 7.500 são objeto de preocupação para 10% das pessoas que estão negativadas no Brasil.

A maior parte das dívidas está concentrada em bancos ou instituições financeiras (53%), seguidas das dívidas no comércio (17%), dos segmentos de comunicação (11%) e contas básicas (10%), que incluem água e luz. O último foi o setor que mais cresceu em maio, com aumento de 27,2% em comparação com o mesmo período do ano anterior. 

Metodologia da pesquisa

O indicador utiliza as bases de dados disponíveis ao SPC Brasil e a CNDL. As informações referem-se a capitais e interior das 27 unidades da federação.